A oração com fé

Marcos 11:24 Jesus fala aos seus discípulos: “tudo o que vocês pedirem em oração, creiam que já o receberam, e assim sucederá” (NVI).
Nesse episódio, Jesus estava se dirigindo ao templo e, tendo fome, procurou em uma figueira que havia no caminho alguns frutos para comer. Quando não encontrou nenhum, Jesus amaldiçoou a figueira, dizendo a ela que ninguém mais iria comer de seus frutos. No dia seguinte, quando Jesus e seus discípulos estavam voltando do templo, passaram novamente pela figueira e esta estava seca. Então Pedro se lembrou do que ouviu de Jesus no dia anterior e comentou com o mestre sobre o ocorrido. E foi nesse momento que Jesus aproveitou para ensinar sobre a fé. “Se vocês tiverem fé, podem dizer a um monte para ele se atirar no mar e ele assim fará” (versos 22 e 23). É dai que vem uma famosa frase que você já deve ter escutado: a fé que move montanhas.
Fé é um exercício diário. Nós temos momentos onde exercemos fé sem nem perceber (quando você programa o despertador para o dia seguinte, por exemplo) e temos os momentos onde tudo parece muito difícil de acontecer; fazemos nossas suplicas e orações, mas no fundo do nosso coração, não temos a convicção de que vamos receber o que estamos pedindo. Jesus nos ensina aqui a exercitar nossa fé, acreditando que o que estamos pedindo realmente será dado. Lembrando do que falamos na semana passada, sobre o individualismo de nossos desejos, quando estamos fazendo nossas suplicas, devemos pensar se o que desejamos para nós também seria algo bom para o nosso próximo, pois devemos fazer ao próximo o que gostaríamos que fosse feito a nós mesmos.
E, nesse sentido, Jesus ainda completa seu ensino mostrando que, quando estivermos em oração, se tivermos alguma coisa contra alguém, devemos perdoar esse alguém (verso 25). Só assim nossas orações podem realmente ser ouvidas.
Portanto, se o que desejamos é bom para o nosso próximo, se acreditarmos que vamos receber e, se perdoamos nossos desafetos, então receberemos aquilo que estamos pedindo em oração.

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta